Curiosidades – O Perfume

Pesquisando na internet, sobre os produtos que nossa equipe comercializa por meio de venda direta, os perfumes,  e encontrei cuiriosidades sobre os perfumes, pois poucos sabem a origem, a diferença entre os tipos de perfumes e quais são as fragrâncias ideais para certas épocas.

Curiosidades

a. A origem do perfume?

    A origem do perfume se perde na noite dos tempos. O perfume é tão antigo quanto o homem, e sua múltipla utilização quase sempre acompanhou o desenvolvimento das civilizações.

   Inicialmente era utilizado somente em rituais religiosos, quando queimavam-se perfumes em oferenda aos deuses. Sua utilização se tornou profana, sob a influência das mulheres orientais que se perfumavam, como Cleópatra.

A palavra perfume vem de  “per fumum”, ou através do fumo, de onde eram obtidas as primeiras fragrâncias aromáticas.

b. Quando se deu o desenvolvimento da perfumaria francesa?

A grande perfumaria francesa, baseada em composição elaborada de perfumes e extratos, data do final do século XIX, tendo atingido um grau de desenvolvimento magnífico. A Belle Epoque, os pós-guerras e os anos 70 são grandes épocas no mundo dos perfumes.

Inicialmente, estão ligados a uma sensualidade primitiva; depois, divinos e místicos, e queimados no altar de todas as religiões; de novo profanos retornam como sedução e adorno, reservado a uma elite, antes de se tornarem o que nós conhecemos hoje: perfumes versáteis de acordo com o nosso humor e a nossa personalidade.

c. Como se cria um perfume?

Tal como uma tela ou uma obra musical, um perfume não é um simples “cocktail” de odores misturados por um químico, mesmo que ele seja um sábio. Da mesma forma que não é suficiente misturar as cores para fazer uma pintura.

Um perfume é, em sua origem, criado por um artista que procura exprimir e transmitir aos outros uma emoção pessoal. A criação de um perfume, como a de toda obra de arte, resulta da imaginação criativa de seu compositor.

d. Como o compositor compõe o perfume?

Um compositor sente antecipadamente o perfume que ainda não existe, e que ele se propõe a compor. Assim, ele parte de uma idéia, como um pintor parte de uma visão antes de pegar seus pincéis e suas cores, para criar um quadro.

Esta idéia é muitas vezes a recordação de alguma lembrança olfativa extraordinária que sentiu algum dia (talvez na infância) e que o enterneceu. Então o compositor procurará – e aí reside o mais difícil – traduzir esta idéia, esta recordação, esta emoção, através do que virá a ser um perfume. Mas antes que isto aconteça, quanta paciência, quanta busca, quanta pesquisa abandonada! São necessárias milhares de sucessivas tentativas para chegar a formar definitiva. Eis porque a criação de um perfume exige para além da inspiração, anos de pesquisa e de preparação.

e. O que é um NARIZ?

O criador é chamado familiarmente de “nariz”, em francês “nez”. Um bom nez é dotado de uma excepcional imaginação criativa e de uma grande memória olfativa que ele exercita sem cessar em exercícios cotidianos, tal como um grande pianista. Alguns nez conseguem reter na memória e reconhecer até 3.500 odores diferentes! Ele deve, evidentemente, ter um olfato muito apurado, que lhe serve mais para controle do que para criação.

f. Quais são as principais matérias-primas?

São extremamente variadas e numerosas. A perfumaria é, sem dúvida, a arte que utiliza o maior número de matérias diferentes. Atualmente, centenas de produtos naturais e milhares de produtos sintéticos são corretamente utilizados em perfumaria. Matérias-primas para perfumes são encontradas no mundo inteiro; muitas vezes são raras ou difíceis de serem encontradas e, por isso mesmo, cada vez mais caras. Vejamos então algumas das matérias-primas mais utilizadas:

  • Flores Jasmim: a maioria dos grandes perfumes contém jasmim. São necessários 600kg de flores de jasmim, mais ou menos 5 milhões de flores, colhidas uma a uma ao amanhecer para obter 1kg de essência de jasmim. Local: Grasse (França) e África do Norte.
  • Rosa: é necessário saber distinguir a Rosa da Bulgária e Rosa de Maio (cultivada em Grasse). Da combinação de ambas se obtém a fragrância mais suave da rosa.
  • Flor de Laranjeira: cuja essência se chama Neroli, de Provence (França), Itália e Egito.
  • Tuberosa: fragrância que faz lembrar a flor do lírio.
  • Ylang-Ylang: da Índia, cujo nome significa “flor das flores”.
  • Lavanda: de Haute Provence (França).
  • Grãos Fava Tonka: da Venezuela
  • Coentro: dos países mediterrâneos
  • Ambrete: (do âmbar) da Índia e Antilhas
  • Petit grain: proveniente das folhas da laranja azeda (Itália).
  • Madeiras e cascas de troncos Sândalos de Misore: Itália.
  • Cedro do Quênia e do Atlas: Marrocos.
  • Casca de canela: do Ceilão e Madagascar.
  • Casca da Betula: da Rússia e Canadá – utilizada para a nota “cuir” (couro).
  • Folhas Patchouli: da Indonésia
  • Musgos Musgo de Carvalho: da Iugoslávia e que é a base de todas as composições Chyprees

Resinas Na origem das notas balsâmicas:

  • Galbano da Pérsia
  • Benjoin do Sião
  • Opopanax da Abissínia
  • Mirra do Oriente
  • Ervas aromáticas Tomilho
  • Menta

Cítricos Que são a base das notas Hesperidees:

  • Limão da Itália e Califórnia
  • Bergamota da Calábria (Itália) e Costa do Marfim
  • Laranja da Espanha e da Flórida
  • Tangerina da Itália
  • Raízes Vetiver de Java

Produtos de origem incomum Âmbar Gris: âmbar, secreção rejeitada pelo cachalote e recolhidas nas águas do Oceano Índico e ao longo da Costa do Peru.

Musk (almíscar): proveniente de uma glândula da cabra do Tibete, Himalaia

Civete: extraído do gato selvagem da Abissínia

g. O que são as notas de um perfume?

Um perfume é concebido para se desenvolver no tempo, como fogos de artifício:

explode com as notas de cabeça que devem prender a atenção desde o primeiro segundo se desenvolve e se enriquece gradualmente com as notas de coração aí ele permanece com as notas de fundo que dão o rastro e perduram na recordação Mas ele conserva sua unidade: deve desprender-se em evolução progressiva e permanecer sem enfraquecimento até o final. Indicamos aqui quais os produtos responsáveis pelos 3 momentos do perfume:

  • Nota de cabeça Hesperideas (bergamota, laranja, tangerina) e também, lavanda, estragão, louro e manjericão.
  • Notas de coração Essência rosa, gerânio, neroli. Estes produtos são chamados modificadores.
  • Notas de fundo Essência de jasmim, sândalo, patchouli, vetiver, musgo de carvalho, civete, almíscar, âmbar, baunilha. Esses são chamados fixadores.

Além desta estrutura, um bom perfume deve ter qualidades técnicas: deve ser forte, persistente e deixar um rastro. Enfim, sua elaboração deve ser homogênea de modo que sua evolução (nota de cabeça, de coração, de fundo) tenha uma característica comum. Um compositor de talento deve saber obedecer a todas as leis para criar um perfume que irá agradar ao público.

A maioria dos perfumes podem ser agrupados em famílias: cada família sendo caracterizada por uma dominante olfativa. Oferecemos aqui uma classificação de sete famílias diferentes:

  • Notas florais Como seu nome indica, são em geral perfumes com notas dominantes de flores. São perfumes românticos e delicados.
  • Notas aldehydes-florais Que associam a um dominante floral, um frescor inicial característico, proveniente de produtos de síntese, os aldeídos.
  • Notas verdes A fragrância inicial lembra uma folhagem colhida. Os perfumes desta família são frescos, jovens, vivificantes.
  • Notas chypress Sua denominação provém de combinação clássica, de hesperides (sobretudo bergamota), de flores (jasmim, rosa, ylang-ylang) e de um fundo quente de musgo de carvalho e de âmbar. Estes são perfumes quentes, sensuais e sofisticados.
  • Notas orientais São os perfumes fortes, com base de âmbar e baunilha. Notas cítricas Contém extratos de cascas de frutas cítricas como: limão, mandarina, laranja e bergamota para criar águas de colônia refrescantes. Notas de couro A base de notas secas que tentam reproduzir o aroma do couro.

h. Como são classificadas as concentrações?

Extrait ou parfum É o produto mais nobre da linha; e também o mais envolvente e o mais rico dos produtos alcoólicos. Possui uma concentração de essência (óleos essenciais) em torno de 15% a 20% – álcool 96%. Duração na pele: 12 a 20 hs.

Eau de parfum,  parfum de toilette Permite um perfumar mais sutil e marcante ao mesmo tempo. A base perfumada é ligeiramente modificada e sua concentração se situa entre 10 e 15% de óleos essenciais. Duracão na pele: 6 a 8 hs.

Eau de toilette A base perfumada é modificada para ressaltar as notas frescas e sua concentração pode variar de 5 a 10%. Duração na pele: 4 a 6 hs.

Eau de cologne A base perfumada é simplificada e as notas de cabeça são acentuadas, o que dá uma sensação de maior frescor. Neste caso, a concentração é de 3 a 5%. Duração na pele: efêmero. Ideal após o banho.

i. Qual a diferença entre colônia , eau de toilette, eau de parfum e parfum?

Muito simples: as concentrações são diferentes. A colônia é a menos concentrada, seguida de eau de toilette. Depois vem eau de parfum e parfum, que é o mais concentrado.

j. Quanto tempo uma fragrância dura na pele?

Em torno de quatro horas. É aconselhável aplicar uma fragrância duas ou três vezes ao dia.

k. É importante aplicar a fragrância em todo o corpo?

Sim. Se ela só for aplicada no pescoço e atrás das orelhas, acaba desaparecendo. Para se assegurar de que o aroma irá durar, é necessário aplicar a fragrância em todo o corpo. É aconselhável o uso de fragrâncias sem álcool sob o sol, para evitar manchas na pele.

l. É verdade que um perfume varia de pessoa para pessoa?

Sim. Cada pessoa tem a sua própria química baseada nos genes, tipo de pele, cor de cabelo e até mesmo no estilo de vida que leva e no ambiente em que vive. Experimente o perfume em sua própria pele para ver como ele reage com a química do seu corpo.

m. Em que influencia o tipo de pele?

Peles oleosas seguram muito mais a fragrância. Quem tem pele seca deve reaplicá-la com maior freqüência.

n. É importante trocar fragrâncias conforme as estações do ano?

Sim, pois o calor aumenta a intensidade da fragrância. Existem fragrâncias mais apropriadas para o verão e outras mais adequadas para o inverno. É interessante seguir a seguinte regra: usar essências leves no verão e fortes no inverno. Essências cítricas são perfeitas para as estações quente, enquanto as orientais caem melhor no frio.

o. Em que influencia a cor do cabelo?

Morenas: a pele morena é geralmente mais oleosa e nela as fragrâncias duram mais. Essências orientais costumam ser as favoritas.

Loiras: peles claras se adaptam melhor a criações multi-florais de longa duração. Geralmente têm a pele seca e nela as fragrâncias evaporam facilmente.

Ruivas: têm a pele muito clara e delicada, incompatíveis com fragrâncias que contenham muitas notas verdes.

p. Por quanto tempo posso estocar as minhas fragrâncias?

Fragrâncias não duram para sempre. Há certas precauções, porém, que garantem a sua qualidade.  Guarde o frasco num local seco e escuro. O calor pode destruir uma fragrância, portanto mantenha o frasco longe das altas temperaturas. Colônia e eau de toilette podem ser guardadas na geladeira para manter seu frescor. Perfumes geralmente duram três anos a partir da data de fabricação.

q. É verdade à medida em que as pessoas envelhecem diminui seu olfato?

Há uma tendência de nosso olfato ir diminuindo gradativamente. O resultado dessa perda leva algumas pessoas mais velhas a aplicarem uma quantidade de fragrância além da necessária.

Mais informações:

e-mail: sucessobelteam@gmail.com

https://sucessobelteam.wordpress.com

http://facebook.com/bonitaejovemsempre

http://youtube.com.br/sucessobelteam

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s